Está na dúvida entre o visto D2 vs procura de trabalho em Portugal? Afinal qual é o melhor visto para o meu objetivo? O que devo levar em consideração para saber para qual aplicar? Cada documento tem suas peculiaridades, vantagens e desvantagens. E cada pessoa, claro, tem seus próprios objetivos e desejos. Então, bora descobrir qual desses vistos te tira pra dançar no baile da imigração?

O que é o visto D2?

Primeiramente, esse visto é para empreendedores, trabalhadores autônomos ou freelancers. Profissionais que prestam serviços para outras empresas/pessoas e emitem os famigerados “recibos verdes”

Requisitos e condições

O melhor lugar para buscar informações sobre a documentação desse visto é pelo site da VFS Global Confira aqui o formulário e a documentação

Processo de aplicação

Está se perguntando como aplica pra esse visto? Bem, é um passo a passo que envolve organizar um monte de documentos, fazer um pedido ao consulado português no Brasil e, depois de receber a aprovação inicial, ir a Portugal pra comprar o estabelecimento ou abrir a empresa. Confira todo o passo a passo aqui

Vantagens e pontos de atenção

Vantagens:

Atenção aqui:

Exemplos de profissionais que podem se beneficiar do Visto D2

Agora tá se perguntando se esse visto é pra você? Bem, ele é popular entre profissionais liberais, freelancers e empreendedores de todos os tipos. Ou seja, vai trabalhar em Portugal emitindo os “Recibos verdes”? Esse visto é para você!

Visto de Procura de Trabalho

O visto de procura de trabalho, por outro lado, permite que você entre em um país com o objetivo expresso de procurar um emprego no período de 120 dias (4 meses) com possibilidade de prorrogar por mais 60 dias. Este visto é útil se você prefere estar fisicamente presente no país para procurar trabalho e participar de entrevistas e tem sido o mais solicitado nos últimos tempos, por exemplo.

Requisitos e condições

O melhor lugar para buscar informações sobre a documentação desse visto é pelo site da VFS Global. Então confira aqui o formulário e a documentação.

Vantagens e pontos de atenção

Vantagens:


Atenção aqui:

Comparando os vistos

Semelhanças

Ambos os vistos necessitam de apresentação de documentação específica e o prazo entre a aplicação e a aprovação é bem semelhante de 30-90 dias. Além disso, ambos os vistos são para profissionais que estão buscando TRABALHAR EM PORTUGAL

Diferenças

A principal diferença é o tipo de contrato de trabalho entre os vistos, enquanto o D2 é para o profissional autônomo, empreendedor ou freelancer, aqueles que vão emitir os recibos verdes(semelhante ao PJ aqui no Brasil), o visto de busca de trabalho só concede a autorização de residência quem possuir dentro dos 120/180 dias o “contrato de trabalho subordinado” (semelhante ao CLT no Brasil).

Conclusão:

Se você ainda está em dúvida sobre qual visto tirar, vale entender sobre a vaga de emprego pretendida sobre o seu regime de contratação. Na ferramenta de empregos da Odgo, você tem acesso a diversos sites com ofertas de emprego em Portugal. Boa sorte nessa jornada e conte com a gente para dar mais esse passo na sua imigração!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *